19 de abr de 2018

Poesia: Perfaz















Perfaz

Que em mim
Sempre feliz
Assim se faça.
Você me transmite
Esta paz interior
Feita quando
Dentro de mim
Não tenho mais
Espaço para nada.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com





18 de abr de 2018

Poesia: Medidas

























Medidas

Não existe Amor
Grande ou pequeno,
Amor é sempre Amor
No meu entendimento. 
Algo que não se limita
Ou tão pouco combina
À matemáticas medidas.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com




17 de abr de 2018

Poesia: Ah Mar!

























Ah Mar!

Você vem, vem, vem...
Você vai, vai, vai...
Deixa-me confuso
Porque nunca sei
Se és areia da praia
Ou ondas do mar.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com





16 de abr de 2018

Poesia: Oportunista



























Oportunista

Quando insegura
A mim me procura,
E eu não aguento
E me aproveito.
Na ausência de receios,
Escondo-me sem medo
Em todos os vãos
De seu coração.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com






11 de abr de 2018

Poesia: Noitada


























Noitada

Chegou pouco mais tarde
Como se ainda fosse cedo.
Ainda com um leve medo
Dos sentimentos que a invadem.
As almoçadas no sofá da sala
Acomodou-as sem pensar nada
A luz ainda apagada ilumina
Tão somente a sua solidão.
Ela pensou que fosse amor
Mas eram outras metades,
Desejo, sexo, prazer
Vestidos de suas vaidades.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com




2 de abr de 2018

Poesia: Controvérsia






















Controvérsia 

Difícil entender esta lógica
Que se faz nada prática,
Onde alguém que não tem nada
Dá valor para tudo, 
E muitos que tem tudo,
Não dão valor para nada.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com





23 de mar de 2018

Poesia: Despertar-se















Despertar-se

Acordei bem disposto
E com a luz do sol
Iluminando meu rosto
Um largo sorriso abri.
Alonguei-me o corpo inteiro
Com um farto espreguiço
Deixei de lado o travesseiro
E fui para vida ser feliz.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com



21 de mar de 2018

Poesia: Becos Escuros

























Becos Escuros

Há pessoas que não confiam
Na companhia da própria sombra.
Guardam-se no pensamento seguro,
Que caminham melhor escondidos
Nos seus íntimos becos escuros,
Prevalecendo-se como da solidão
Seu único e verdadeiro mundo.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com




20 de mar de 2018

Poesia: Com o Amor
















Com o Amor

Se for feliz viver a vida por amor,
Todavia vale muito mais a pena.
Persistente é correr todos os riscos,
Onde tantas coisas hoje grandes 
São ultrapassadas como pequenas
Corrigindo do fugaz destino com isso
Seus pactuais desconjuntados rabiscos.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com




19 de mar de 2018

Poesia: Coisa Mais Linda

























Coisa Mais Linda

Aqui não há coisa mais linda,
Tão verdadeira como um carinho.
É paz, cumplicidade e leveza da alma,
Elo que se une ao corpo e ao espírito.
É o que mais de incondicional que existe,
Pois o carinho em si é o mais puro amor,
Em sua forma mais simples.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com

7 de mar de 2018

Poesia: Coração à Pé


























Coração à Pé

O Coração de tanto andar à toa
Por aí descansado de tudo,
Formou em seus pés bolhas
De andar vagando pelo mundo.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com






1 de mar de 2018

Poesia: Beija-Flor
















Beija-flor

Eu gosto da rosa,
Gosto de cor-de-rosa,
Do gosto de boca rosa,
Que gosto tanto beijar.
Beijo intenso e profundo,
Com sentimentos oriundos
De tantos desejos a desejar,
Que pousam como em flor
A espera de seu beija-flor chegar.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com