27 de dez de 2017

Feliz 2018!!!!!!!!!!

O Blog Poemas do Jorge agradece sua companhia durante todo este ano de 2017. 
Que 2018 seja um ano de muitas outras lindas realizações sempre com muita saúde!
E vamos viver sempre com mais poesia no coração... o mundo com certeza será muito melhor!
Abraços com carinho,
Poeta Jorge.


Poesia: Viver a Verdade
























Viver a Verdade

É uma questão de viver
Na vida nos moldando.
A cada dia nos montamos
E nos desmontamos.
Criamos e sempre
Em nós nos recriamos.
E o Amor faz parte
Desta desconstrução.
É para a vida se sincero
De fácil entendimento.
E uma básica necessidade
Onde quem o vive pequeno
Nada é vivido em verdade.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com






22 de dez de 2017

FELIZ NATAL!!!!!


Poesia: Agora Sou





















Agora Sou

Agora sou flor
Para quem me rega.
Arma de fogo 
Para quem me carrega.
Eu sou paciência
Para quem me espera.
Sou do mundo
Frenético movimento.
Sou vivo de vida eterna,
Porque sou 
Do que me alimento.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com

21 de dez de 2017

Poesia: Em sua Falta





































Em Sua Falta

Sem ti sou vida vazia.
Tempo em forma perdida,
Não estou completo em mim.

Sou como a relva seca,
Que em si se deixa
Queimar sozinha até o fim.

De grandes sonhos,
Sou pesadelo medonho
Como perder a calma contida.

Feito poeira entregue ao acaso,
Plantado como num vaso
Cheio de ervas daninhas.

Sou assim mal-acabado.
Parte de algo sem lado,
De todo quebrado enfim.

Sem ti eu sou nada.
Sou vácuo na Via Láctea
Sou somente o fim.

Sem ti...
Não há o que em mim,
Razões para se sentir.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com





18 de dez de 2017

Poesia: Tarefa Difícil


























Tarefa Difícil

Tenho algo em mim.
Uma tarefa muito difícil,
Entender este meu vício
De te amar tanto assim.

Mas isso não me faz mal.
Pelo contrário me alimenta
Esta felicidade que sustenta,
Tudo que há de bom em mim.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com



15 de dez de 2017

Poesia: Projeções

























Projeções

São a minha mais doce cura.
Mesmo quando implacável castiga
O meu corpo e minha mente,
Até porque eu não vivo de juras.
Mas no amor que  tudo pertence,
É encontrar o que tanto se busca.
Passo certo quando se olha à frente,
E dos sonhos um concreto sustento
Para meus desejos saciável  alimento,
Quando me jura todas as minhas curas
Seu amor em mim tudo preenche.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com









13 de dez de 2017

Poesia: Todo Amor em Mim























Todo Amor em Mim

Eu amei demais,
Mas foi melhor assim.
Amei por inteiro,
Tanto por fora
Quanto  por dentro,
Eu amei demais.
Amei até o infinito.
Sem ligar para os porquês.
Amei muito mais que bonito,
Sem receios ou em mim contido
Amei demais perdido em você.
Talvez tive este único erro,
Dos sentimentos  o desapreço
De tentar amar sem tudo poder.
Contudo muito amei absurdos,
Por fim verdadeiro ao mundo,
Mas amei tanto que amei,
Tanto por mim quanto por você.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com





12 de dez de 2017

Poesia: A Verdadeira Felicidade
























A Verdadeira Felicidade

É assim que deveria sempre ser.
Vivermos em nós mais contentes,
Não buscando em outros mundos
Artifícios que nos iludem a mente
Com propósitos que a vida engana.
O correto seria a simples verdade
De fazer-se residir em nós o só existir
Da essência pura da Felicidade Orgânica.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com




11 de dez de 2017

Poesia: Perfume de Amor


























Perfume de Amor

Você é tão minha sorte...
Minha estrela do norte.
Um beijo de canto de boca,
Ombro amigo para se ter.
É um trevo de quatro folhas,
Que começa com mal me quer.
Também quero eu ser assim.
Alguém que te faça sempre bem
Que te leve tão leve como pluma
Que ao seu ar de amor perfuma.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com







8 de dez de 2017

Poesia: Poder Sobre o Tempo
























Poder Sobre o Tempo

Sustentaria sem problemas o medo
De ter o poder de mudar o tempo,
E possuir nas mãos este encanto.

Se o tempo fosse meu brinquedo,
Eu seria uma pessoa no mínimo melhor
Se fosse este eu mesmo neste momento.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com

7 de dez de 2017

Poesia: Vacilos

























Vacilos

Parece que é só comigo,
Outras vezes nem ligo,
Que pessoas tão próximas
Transformem-se numa
Metralhadora de Vacilos.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
jorge.jacinto@gmail.com