27 de mar de 2017

Poesia: Paz Interior

















Paz Interior

Precisamos de Paz Interior.
Mesmo que aos seus olhos
Pode ser  até banal e tranquilo,
Contudo, não é nada normal 
Viver a vida no meio 
De tantos conflitos.

Jorge Jacinto da Silva Jr.







Poesia: Vivendo com o Ciúme




















Vivendo com o Ciúme

O ciúme eu aguento.
O que não suporto,
A falta de respeito.

Jorge Jacinto da Silva Jr.


23 de mar de 2017

Poesia: Meu Silêncio













Meu Silêncio

Instiga-me 
este sentir calado
o que há neste
peito apertado
Não saber viver.

Jorge Jacinto da Silva Jr.

Poesia: Amar Sozinho




















Amar Sozinho

Deprimente, 
Mas verdadeiro.
Amo sozinho
Mas amo por inteiro.

Jorge Jacinto da Silva Jr.






22 de mar de 2017

Poesia: Tempestade

























Tempestade

Não devemos ficar nos protegendo do relento.
Não há tempo ruim para quem
Vive numa tempestade de sentimentos.

Autor: Jorge Jacinto da Silva Jr.






17 de mar de 2017

Poesia: Ânimo

















Ânimo

É preciso ânimo!!
Jamais permita,
Influências externas 
Alimentarem-se de
Seus sonhos.

Jorge Jacinto da Silva Jr.






Poesia: Controle do Tempo

























Controle do Tempo

Tudo que é vivo
Tem sua eternidade,
Por isso não devemos
Viver aqui sofrendo.
Mesmo que esta verdade
Acabe com seu fim,
A melhor maneira
De controlar o tempo
É a vida vivendo.

Jorge Jacinto da Silva Jr.









15 de mar de 2017

Poesia: Tropeços
























Tropeços

Quem Ama não dá valor
Aos tropeços e perdoa. 
Contudo a questão é outra,
Saber se realmente é AMOR.

Jorge Jacinto da Silva Jr.











Poesia: Um Amor Diferente

























Um Amor Diferente

Daqueles amores diferentes
É convergente a duas estrelas
Chamadas de olhar.
Amor que se completa em mim
Não somente o corpo
Que este é muito pouco
Para tudo que quero sentir.

Jorge Jacinto da Silva Jr.






10 de mar de 2017

Poesia: Em Mim
















Em Mim 

Quero falar de mim
Coisas simples enfim
Meus dilemas meus problemas
Mas sem exigir muito de ti.

Só preciso do seu jeito
De me olhar sem bloqueios
Sua cabeça pousada em meu peito
Amor cúmplice que se cumpre no amor

Jorge Jacinto da Silva Jr.



8 de mar de 2017

Poesia: Mulher (Acróstico)

























Mulher

M_uito me invade
U_m desejo sincero
L_evar flores para quem quero
H_omenagear com o carinho
E_m todos meus dias mais lindos
R_ecriados em seu sorriso.

Jorge Jacinto da Silva Jr.



Poesia: Adjetivo

























Adjetivo

Mulher muito mais que justo,
De substantivo para o adjetivo
Mais completo do mundo.

Jorge Jacinto da Silva Jr.