13 de ago de 2010

CULTURA: Cidade Poema


A poesia vai à escola, ao cinema e ao shopping. Ainda frequenta livrarias, mas também se apresenta em restaurantes e laboratórios, passeia de ônibus, anda de elevador, se olha no espelho.
Lançado em abril de 2009, o Cidade Poema chega ao seu segundo ano unindo a poesia às demais artes no objetivo de colocar a literatura na vitrine, em iniciativas que vão de outdoors a pequenos imãs de geladeira, de minimetragens poéticos a bolachas de chope, de performances teatrais a adesivos ilustrados.

POESIA: Passarinho (clique na imagem para ampliar)














PASSARINHO - comentários do autor

Por quantas vezes pessoas e situações nos calam? Algumas situações como insegurança, falta de controle emocional e hierarquias humanas e psicológicas nos afetam a este ponto de calar nossa voz... Claro que entendo que o silêncio é uma prece, mas não o calar das palavras. Por ieste motivo, admira-me muito as pessoas espontâneas e equilibradas com uma bela dose de bom humor. Penso que, este é um excelente caminho para uma vida mais harmônica.

Abraços,
Jorge.