31 de jul de 2015

Poesia: Idas e Vindas da Vida














Idas e Vindas da Vida

Nessas voltas da vida,
Entre reviravoltas e revoltas,
Sempre voltamos a nós mesmos.
Jamais completamente inteiros,
Muitas vezes com algumas
Feridas abertas estampadas,
Mas com a certeza inquestionável,
Que estes sempre serão os pontos
De partida e chegada.

Jorge Jacinto da Silva Jr.













Poesia: Ar de Primavera











Ar de Primavera

Perfume de flores...
Cores e amores, a espera,
Florescer entre jardins.

Jorge Jacinto da Silva Jr.








Poesia: Todo Querer












Todo Querer

Sou este querer desenfreado.
Algo amado,
Ora pecado

Jorge Jacinto da Silva Jr.







Poesia: Portas





















Portas

Tantas Portas
Tão atraentes
E todas erradas.

Jorge Jacinto da Silva Jr.





Poesia: As Ondas do Mar













As Ondas do Mar

Indecisões, vem e vão.
Sem a mesma força,
Ainda destroem castelos.

Jorge Jacinto da Silva Jr.






30 de jul de 2015

Poesia: Complacência













Complacência

Seria muito pior,
Espinhos,
Sem flor.

Jorge Jacinto da Silva Jr.
























Poesia: Inspiração





















Inspiração

Minha inspiração é o Amor!
Seja na alegria ou na dor...
Como for, valeu-me a vida,
Se sincero Amor!

Jorge Jacinto da Silva Jr.











Poesia: Responsabilidades












Responsabilidades

Toda responsabilidade tem
Um peso muito grande
Quando a causa é nobre,
Contudo, são necessários
Pulsos firmes e braços fortes.

Jorge Jacinto da Silva Jr.






Poesia: Sentimentos são Assim











Sentimentos são Assim

Tantos sentimentos são assim...
Uns para se usar
E outros para vestir.

Jorge Jacinto da Silva Jr.










Poesia: Conspiração





















Conspiração

Reflita, e não faça nada ao simples acaso,
Pois tudo em sua vida tem uma verdade...
Um claro e coerente propósito exato,
Que sempre conspira para sua Felicidade.

Jorge Jacinto da Silva Jr.














27 de jul de 2015

Poesia: Recortes












Recortes

Meus amores são
A todo momento,
Imperfeitos recortes
De meus sentimentos.

Jorge Jacinto da Silva Jr.