28 de abr de 2017

Poesia: Virtude
























Virtude

É meu mérito!
Não é fácil reconstruir-se,
No meio de um cemitério.

Jorge Jacinto da Silva Jr.





27 de abr de 2017

Poesia: Marcas













Marcas

Os sentimentos se confundem
Quando tudo se resume,
À sinais.

Jorge Jacinto da Silva Jr.



25 de abr de 2017

Poesia: Esta Sua Quietude
























Esta Sua Quietude

Não me vejo mais neste olhar.
Deste caos não consegui ser imune
O Silêncio pode ser este vivo veneno
Que matou aos poucos os sentimentos.

Jorge Jacinto da Silva Jr.








Poesia: O Sábio

























O Sábio

O Grande Sábio
Sabia da verdade,
Mesmo assim,
Uma lenda contou.
Porque nem sempre
As palavras se explicam
Principalmente para quem
Se acha bom entendedor.

Jorge Jacinto da Silva Jr.

Poesia: Dissabores


























Dissabores

Não é ser
desconfiado,
Mas até o doce,
De tão doce
fica amargo!

Jorge Jacinto da Silva Jr.