5 de fev de 2015

Poesia: Sou Aquele
























Sou Aquele

Sou aquele que te domina o coração.
Que te rouba a alma como um vampiro.
Aquele que te doura a pele como sol de verão,
Neste fugaz desejo que envolve seus sentidos.

Sou aquele que te conforta na solidão.
Um ombro amigo no abraço de aconchego.
Aquele que te esquenta o corpo com decisão
De realizar todos os seus sinceros desejos.

Sou aquela sombra que te provoca medo
Ao te perseguir no amanhecer dos seus segredos,
Quando aqueço suas mãos frias de nervosismo.

Sou aquele único que percebe suas buscas,
Por isso eu quero muito além de simples juras,
Para não me perder na indecisão de seus abismos.

Jorge Jacinto da Silva Jr.






3 de fev de 2015

Poesia: Fluidez da Vida
















Fluidez da Vida
 
O mais maravilhoso de tudo...
A fluidez da vida que é óbvia.
Mudamos a cada segundo
E por opção própria.

Jorge Jacinto da Silva Jr.




2 de fev de 2015

Poesia: Fuga




















Fuga

A primeira reação foi fugir.
Mesmo sendo claro que a fuga
Não iria durar por muito tempo.

Veio a curiosidade perturbadora,
Que interferia em tudo que pensava.
E o antes fuga, transformou-se
Em delicada atração ao desconhecido.

Foi então que entendi,
E para dentro eu fugi

De mim mesmo.

Jorge Jacinto da Silva Jr.