30 de abr de 2014

Poesia: Convívio















Convívio
 
Desculpe-me por envolver-te assim,
Em tantos de meus problemas.
Contudo, não sou de todo ruim,
Mesmo sendo para você algemas.

De tudo, sou uma vítima inofensiva.
Todavia acontece que não caminho
Nesta vida um caminhar sozinho.

Jorge Jacinto da Silva Jr.



29 de abr de 2014

Poesia: Coisas Passageiras














Coisas Passageiras

Eu sei,
Têm coisas passageiras...
Até passam,
Mas ardem aos olhos
Feito Spray de Pimenta.

Jorge Jacinto da Silva Jr.




28 de abr de 2014

Poesia: Coração Valente
















Coração Valente

Um coração valente
Não é o que luta somente,
Mas o que aguenta as feridas
Das mágoas sofridas,

Na vida.

Jorge Jacinto da Silva Jr.