6 de nov de 2015

Poesia: Infantil

























Infantil 

Pode me chamar de infantil... 
Isso não acho nenhum insulto.
Às vezes me sinto realmente 
Uma criança descobrindo o mundo.

Jorge Jacinto da Silva Jr.





5 de nov de 2015

Poesia: Passageira do Tempo













Passageira do Tempo

Viver a felicidade sem nos privar
Pois a vida é... 
Passageira brincadeira do tempo, 
E nos limita de argumentos
Para dela duvidar. 

Jorge Jacinto da Silva Jr.




4 de nov de 2015

Poesia: Meu Interesse











Meu Interesse 

Sou o maior interessado, 
Não por fruto da vaidade,
Em minha felicidade. 

Jorge Jacinto da Silva Jr.



Poesia: Decepções













Decepções 

Fatídico, pessoas as quais amamos 
Por momentos nos decepcionarem, 
Pois normalmente, mais esperamos 
Do que elas possam se entregarem.

Jorge Jacinto da Silva Jr.





3 de nov de 2015

Poesia: Predicado
















Predicado 

Por vezes penso ser tolo sonhador, 
Um conformista atormentado. 
Bem gostaria que minha vida 
Fosse mais verbo que predicado. 

Jorge Jacinto da Silva Jr.








Poesia: Abra o Coração














Abra o Coração 

Não basta somente aos olhos chegar 
Sem a sensibilidade emergir ao coração. 
Viva com intensidade o perceber da emoção 
Da pura felicidade em sua vida entrar.

Jorge Jacinto da Silva Jr.






Poesia: Reais Objetivos





















Reais Objetivos

Muitas vezes nos excluímos... 
Para nós mesmos mentimos.
Erramos tanto na ânsia de acertar, 
Que esquecemos nossos reais objetivos.

Jorge Jacinto da Silva Jr.