1 de jun de 2016

Poesia: Ignorância Humana















Ignorância Humana

Não podemos sempre nos culpar
A cada forma de ignorância humana.
Somos apenas uma das peças
Deste quebra-cabeça que emana,
Alguns momentos  os quais precisamos,
Moldar-nos para nos encaixar na sociedade,
E em outros, ficamos  totalmente perdidos
No meio de tantos pedacinhos  pequenos
Tão confusos e parecidos.

Jorge Jacinto da Silva Jr.