4 de nov de 2011

Poesia: TEMPO DE PARTIDA




















Tempo de Partida

Parte de mim se vai neste adeus.
No verso desta metade partida,
Cortam-se os laços dos quais não há
Muito que guardar de meu passado.

As boas lembranças tornam-se pálidas,
Com sórdidos requintes da crueldade
Do tempo que irá do seu modo
Fazer enganar-me te esquecer de fato.

Restou o motivo triste de não saber,
Se este era realmente o limite
Deste não planejado caso do destino.

Fixam-se nesta sina àquelas incertezas
De minha importância em sua vida,
E se realmente serei por você esquecido.

Autor: Jorge Jacinto da Silva Junior.


TEMPO DE DESPEDIDA: comentários do autor

Toda despedida trás consigo uma bagagem muito grande de situações, as quais, na lembrança podem causar um movimento bom ou ruim dentro de nosso coração.
Entendo que talvez a maior dor de uma despedida seja o fato do medo de ser esquecido para uma pessoa que é importante para nós.

Abraços,

Jorge.


"Toda despedida é dor... tão doce todavia, que eu te diria boa noite até que amanhecesse o dia".
William Shakespeare



CARTÃO POESIA
(CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR)


 

12 comentários:

  1. Muito lindooooo meu querido amigo.... DEUS continue te abençoando para vc fazer estas lindas poesias sou sua fã ...adoro tudo que vc escreve porque tem muito sentimento.... Bom Fim De Semana um grande abraço de sua amiga que tanto te admira BJS.

    ResponderExcluir
  2. Jorge,

    São lindas as suas poesias.Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Jorge,
    Suas poesias são lindas!!!Parabéns.Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Jorge,
    São lindas suas poesias.Parabéns;Beijos!!!

    ResponderExcluir
  5. Jorge,
    adoro suas poesias.Parabéns.Beijos!!

    ResponderExcluir
  6. "Toda despedida é dor"... Bem sei disso...

    Gostei do seu blog e de suas poesias. Vou seguir. Deixo um convite para que apareças no meu blog e seguir também, se gostar.
    http://nellsantos.blogspot.com

    Beijos pra ti!

    Nel

    ResponderExcluir
  7. Cheguei até você através das Crônicas do Frank, gostei de suas poesias.Um abraço.Espero sua visita no Forças Sutis.ATÉ LÁ.

    ResponderExcluir
  8. Gostei do seu blogue. Parabéns pela sua poesia.
    Também tenho um blogue onde publico as minhas criações.

    http://mariahelenaamaro.blogspot.com/

    Agradecia a sua visita.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  9. Jorge, partir é assim... Uma tristeza quase sem fim, mas o tempo, o tempo suaviza as dores e deixa apenas recordações de um amor que se foi. Lindo amei!
    Parabéns pelo belo blog, e obrigada por seu comentário no meu humilde cantinho!
    Boa Noite!

    ResponderExcluir
  10. Jorge, partir é assim... Uma tristeza quase sem fim, mas o tempo, o tempo suaviza as dores e deixa apenas recordações de um amor que se foi. Lindo amei!
    Parabéns pelo belo blog, e obrigada por seu comentário no meu humilde cantinho!
    Boa Noite!

    ResponderExcluir
  11. Jorge, toda partida é triste e machuca, mas o tempo suaviza as dores e deixa apenas recordações do amor que um dia nos fez feliz... Amei! Seu blog é lindo. Obrigada por seu comentário e visita no meu humilde cantinho

    ResponderExcluir
  12. Toda despedida sim, um pedaço de nós fica,...
    E o momento vivido fica registrado na memória e em algum lugar no tempo...
    As pessoas vem e vão, ficam as lições e as cicatrizes,
    que se apagam ou são esquecidas...
    São fases da vida!!
    Vivemos fases a aprendemos com elas,
    vivemos sonhos e almejamos novos desafios...
    Por quê é tão dificil dizer adeus?
    ou ouvir um adeus?
    A Resposta fica com a interrogação... rs
    Muitoooo lindo este poema meu Amigo Jorge

    ResponderExcluir