26 de out de 2012

POESIA: VIDA

VIDA





Vida

Consome-se tamanha energia
A entender por completo o sentido da vida
Em vão, uma vez que nela se vive em causa
De fragmentos, os quais resumem momentos.

Ínfimo persistir num compreender insólito,
Sendo ato decisivo o reprogramar de pensamentos,
Para que os acasos sejam sinais claros, e não,
Fatalidades expostas como inevitáveis.

Merece quem sempre acredita em seus sonhos.
Sofre quem se acomoda em esconder-se em pesadelos
Ilude-se quem desistiu de buscar motivos para sorrir.

Sempre valerá a pena a intenção boa de sua mente
E da mesma maneira que muitos não compreendem o amor,
Não seja uma pessoa que não sabe ter razões para viver.

Autor: Jorge Jacinto da Silva Junior


Cartão de Poesia
(clique na imagem para ampliar)


Nenhum comentário:

Postar um comentário