22/05/2013

Poesia: Acróstico Minha Linda Curitiba
























Acróstico Minha Linda Curitiba

Minha Curitiba do leite quente,
Intervinda à guria que desfila
Na Rua XV a Boca Maldita.
Habitando um caminhar doce
Acalmando a agitação com suas cores.

Lembrava eu, tão antes, somente Curitiba
Inclusões dos passeios ao Tanguá, São Lourenço e Barigui.
Naquelas tardes de verão, eu reconheço,
Destes passeios muito se fez parte de mim.
Ali vívidas as mais eternas emoções em família.

Caminhar pelo Jardim Botânico,
Uns dias para revitalizar o corpo.
Risos e petiscos na Praça da Espanha,
Ilumina o relacionamento com sorrisos frouxos.
Transporta ao maior de meus sonhos viver aqui feliz.
Idas ao Museu Oscar Niemeyer para contemplar aquela
Bailarina que dança a arte em detalhes de sua saia rodada.
Aqui em Curitiba a cultura faz saudável morada.

Jorge Jacinto da Silva Junior