20 de fev de 2015

Poesia: Fora de Padrão













Fora de Padrão

Sou diferente, sem receios.
Não vivo  imerso nesta bruma,

De pessoas que talvez por medo,

São iguais a coisa nenhuma.

Jorge Jacinto da Silva Jr.




Nenhum comentário:

Postar um comentário