2 de fev de 2015

Poesia: Fuga




















Fuga

A primeira reação foi fugir.
Mesmo sendo claro que a fuga
Não iria durar por muito tempo.

Veio a curiosidade perturbadora,
Que interferia em tudo que pensava.
E o antes fuga, transformou-se
Em delicada atração ao desconhecido.

Foi então que entendi,
E para dentro eu fugi

De mim mesmo.

Jorge Jacinto da Silva Jr.

Nenhum comentário:

Postar um comentário