27 de dez de 2016

Poesia: Gavetas de Sentimentos












Gavetas de Sentimentos

Eu faço questão
De guardar momentos.
Contudo, mantenho arrumadas
Algumas das gavetas
De meus sentimentos.
O que está fora disso,
Deixo para que o novo ano
Faça que não me pertença
Todos esses enganos.
Livrando-me do peso 
E do que me dá dor de cabeça.

Jorge Jacinto da Silva Jr.




Nenhum comentário:

Postar um comentário