23 de mar de 2010

POESIA: A Espera de Um Grande Amor







A Espera de um Grande Amor

Muitas vezes por opção própria
Ficamos a espera de algo indefinido
Cair do céu como um astro perdido
Vago o saber do que certo esperar

Talvez pelo sentir do valor de seu nome
Suave a sair da boca de outra pessoa
Complete o vazio que o coração incomoda
Brote vida onde há mais linda vida a soar

Sino que desperta o amor como melodia
E no seu badalar renova toda sede de afeto
Em um novo tempo que está por alcançar

E nesta redoma de sentimentos que é a vida
Fecha-se o ciclo com maior de todas as provas
Em que jamais se fez tarde para um grande amor chegar

Autor: Jorge Jacinto da Silva Junior




COMENTÁRIO DO AUTOR

Por quanto tempo as pessoas se fecham a espera de algo ou alguém feito por projeções inexatas? É, muitas vezes quem procuramos vem com o peso certo de resolver todos nossos problemas sentimentais, sendo que a principal peça deste jogo somos nós mesmos. Talvez, no perceber de fatos jamais não notados, pode-se encontrar um caminho mais claro para esta felicidade amorosa que tanto buscamos. É necessário acreditar, que todas nossas alternativas e respostas, estão nesta "redoma que é a vida" tudo que precisamos para ser feliz está aqui. Em você! Em cada um de nós!

Abraços,
Jorge Jacinto.


CARTÃO POESIA
(CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR)

Nenhum comentário:

Postar um comentário