3 de fev de 2011

Poesia: Sem o Seu Amor




Sem o Seu Amor

Sem o seu Amor sou
Espelho sem reflexo
Amor sem sexo
Vida sem razão

Sem o seu Amor sou
Um sem nome
Vazio de fome
Grito na escuridão

Sem o seu Amor sou
Onda que vai e não vem
Choro reprimido de alguém
Sou uma vida de saudade

Sem o seu Amor
Não sou nada
Não tenho chão
Não vejo estrada

Sem o seu Amor
Não sou ninguém.

Autor: Jorge Jacinto da Silva Junior



COMENTÁRIO DO AUTOR

Este é um poema também mais ou menos dos antigos. Não tenho certeza porque possuo o péssimo hábito de não colocar datas em minhas escritas. Mas lembro que, quis formatá-lo de um jeito simples e de muito fácil entendimento. Muitas vezes nós poetas gostamos de complicar os sentimentos para entendê-los por diversos prismas, mas este com certeza não foi o caso.

Abraços,
Jorge.


CARTÃO POESIA
(CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR)

5 comentários:

  1. A beleza está nas coisas mais simples da vida. Parabéns! Vc me segue no BELEZA ALTERNATIVA, te convido a conhecer meu blog de contos: http://bocarara.blogspot.com/
    Bjsssss

    ResponderExcluir
  2. Jorginho,ficou muito comovente e apaixonado esse poema !Um amor para muitas vidas!Bjs,

    ResponderExcluir
  3. Congratulations! Beautiful!
    Greetings from Greece..

    ResponderExcluir
  4. jorge seus poemas realmente me encantaram,
    cada um mais lindo que o outro,fico feliz em conhecer seu blog seus poemas,a beleza eta na simplicidade,dos sentimentos,um abraço com carinho

    marlene

    ResponderExcluir
  5. Sonhamos tanto com um amor perfeito e verdadeiro, dando aquela certeza que "sem amor não somos capazes de seguir adiante" Até chegamos a conquistar este amor, e mais tarde entendemos que amor de verdade significa companheirismo, compreensão, doação, confiança... são estes os verdadeiros sentimentos que perdura um amor pela eternidade. Parabens!

    ResponderExcluir