17 de mar de 2015

Poesia: Suave
















Suave

Vem como pena
Esgota como ar
Veludos de pétalas
Flor que desperta
Beijo para amar.

Jorge Jacinto da Silva Jr.




Nenhum comentário:

Postar um comentário