22 de abr de 2015

Poesia: E o Amor não Sobreviveu

























“E agora o que eu faço?
Se de fato o meu amor morreu.
Foi atropelado e do avesso atravessado,
Em pedaços não suficientes não sobreviveu”.


Jorge Jacinto da Silva Jr.





Nenhum comentário:

Postar um comentário