28 de abr de 2015

Poesia: Estrela














Estrela

Cintila nua
Durmo meu sono
Vizinho ao infinito

Jorge Jacinto da Silva Jr.





Nenhum comentário:

Postar um comentário