17 de jun de 2015

Poesia: Coisa Desumana




















Coisa Desumana

Metade de mim
É coisa humana,
A outra desumana,
Como Poesia.

Jorge Jacinto da Silva Jr.






Nenhum comentário:

Postar um comentário