23 de jun de 2015

Poesia: Estranho ao Mundo













Estranho ao Mundo

Sou um estranho ao mundo
Minha morada é em mim.

Jorge Jacinto da Silva Jr.







Nenhum comentário:

Postar um comentário