7 de mar de 2016

Poesia: Vendo Borboletas
























Vendo Borboletas

Risos espontâneos, quase bobeira.
Faz-me sorrir livre de motivos,
Quando vejo voarem borboletas
Ao lembrar-me do seu lindo sorriso.

Jorge Jacinto da Silva Jr.





Nenhum comentário:

Postar um comentário