25 de abr de 2017

Poesia: Esta Sua Quietude
























Esta Sua Quietude

Não me vejo mais neste olhar.
Deste caos não consegui ser imune
O Silêncio pode ser este vivo veneno
Que matou aos poucos os sentimentos.

Jorge Jacinto da Silva Jr.








Nenhum comentário:

Postar um comentário