13 de fev de 2015

Poesia: Falta de Jeito














Falta de Jeito

Desculpe-me pela falta de jeito,
E por algumas vezes por medo
Parecer-me insensível,
Mas nasci neste mundo miudinho
Onde formas de ternura e carinho,
São confundidos deliberadamente
como frescura.


Jorge Jacinto da Silva Jr.





Nenhum comentário:

Postar um comentário