10 de fev de 2015

Poesia: Tempo de Amor






















Tempo de Amor

No princípio era semente
Nem quem mente
Pode evitar seu germinar

No meio de conflitos
Algo mais que bonito
Aflorou como flor

E no fim de tudo
Eu fico mudo
Ao entender o Amor

Jorge Jacinto da Silva Jr.




Nenhum comentário:

Postar um comentário