10 de jul de 2015

Poesia: Ruínas












Ruínas

Foi embora me restando
Quatro paredes vazias,
Decadência que nada significa.

Jorge Jacinto da Silva Jr.









Nenhum comentário:

Postar um comentário