9 de jul de 2015

Poesia: Tempo ao Tempo




















Tempo ao Tempo

Tempo ao tempo
Como vento em ventania.
Quanto mais perdura,
Tão mais intensas avarias.

Jorge Jacinto da Silva Jr.










Nenhum comentário:

Postar um comentário