1 de abr de 2015

Poesia: Livro de Poesias

















Livro de Poesias

Aprendi da forma mais dura
O que é ser um Livro de Poesias,
E a maior de todas minhas alegrias,
É ser sempre um marco na Literatura.

Desvenda-me em uma única vez rápida
Ou até mesmo com calma se sozinho.
Faço-te sempre na solidão companhia,
Porque com das suas dores sou um clássico.

Se Poesia não for mesmo amor estou enganado.
Meu autor errou em cada sentimento estampado,
Pois das palavras ainda sou um conjunto elegante.

Sou muito de amar deveria eu ser mais amado,
Mas acabo no fim geralmente largado
Abandonado como um indigente na estante.

Jorge Jacinto da Silva Junior





Nenhum comentário:

Postar um comentário